segunda-feira, 28 de julho de 2014

CROMOTERAPIA CIENTÍFICA - PARTE 02

MANUAL DE CROMOTERAPIA     

" No princípio criou Deus os céus e a terra.
E a terra era sem forma e vazia;
e havia trevas sobre a face do abismo; 
e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.
E disse Deus: Haja luz.
E houve luz.
E viu Deus que era boa a luz;
e fez Deus separação entre a luz e as trevas.
 E Deus chamou à luz Dia;
e às trevas chamou noite.
E foi a tarde e a manhã do primeiro dia."
                                           (Gênesis) 

Como podemos ver, o conceito de luz nos acompanha desde nossos primeiros passos, quem sabe até antes.
O maior desafio que temos nos dias de hoje reside em aceitar que não temos o conhecimento para explicar muitos dos mistérios que nos cercam.
Esta dificuldade, muito mais acentuada na cultura ocidental, geralmente nos impede de enxergar as coisas mais simples.
Se procurarmos observar as coisas que nos afetam, direcionam e motivam, sem querer explicar logicamente, poderemos aprender a aceitar.
Com a observação sistemática dos fenômenos, anos após anos, comparando as ocorrências e relacionando-as com as situações em que ocorreram, pode-se em muitas vezes repetir estes fenômenos, criando-se as situações em que normalmente ocorreriam.
De certa maneira, a cultura oriental consiste exatamente nisto.
A observação sistemática de algumas ocorrências e sua comparação a outros acontecimentos. 
A repetibilidade destes acontecimentos é que garante estatística e dogmaticamente seus conceitos.
Temos tido contatos mais recentes com esta cultura que, mesmo sem muito fundamento científico (segundo nossos parâmetros de ciência) nos tem surpreendido.
Alguns exemplos destes contatos podem ser relacionados e sua aceitação pelos padrões ocidentais podem ser questionados, tais como a acupuntura, ioga, do-in, etc.
No entanto, a medida que aprendemos a conhecer estas culturas, nos damos conta de que muito daquilo que dizem, pode ser aceito.
Outro exemplo disto, é o horóscopo chinês, bem divulgado hoje em dia, na parte ocidental do planeta. 
Este horóscopo, baseado no ciclo lunar de 60 anos, relaciona o comportamento de determinados indivíduos a um grupo de animais, segundo o ano de seu nascimento. 
As características destes indivíduos foram relacionadas após muita observação e a associação aos animais feita da mesma maneira.
Hoje em dia, já aceitamos a influência da lua nas marés, nas safras agrícolas, no crescimento dos cabelos, no parto dos animais, etc. 
Sem precisar aceitar a ideia de que podemos prever o futuro para estes grupos de homens, mas comparando seus dogmas àquilo que podemos constatar, podemos sem sombras de dúvida verificar que, de alguma maneira, o conhecimento destes grupos é verdadeiro. 
Para entender melhor este raciocínio, damos abaixo o quadro de agrupamento adotado pelo horóscopo chinês.  

 TABELA LUNAR - ANOS CHINESES - 1900 A 2020

SIGNO            PERÍODO DE NASCIMENTO      

RATO               31 de janeiro de l900 a 18 de fevereiro de 1901
BÚFALO          19 de fevereiro de 1901 a 07 de fevereiro de 1902
TIGRE              08 de fevereiro de 1902 a 28 de janeiro de 1903
GATO              29 de fevereiro de 1903 a 15 de fevereiro de 1904
DRAGÃO          16 de fevereiro de 1904 a 03 de fevereiro de 1905
SERPENTE             04 de fevereiro de 1905 a 24 de janeiro de 1906
CAVALO             25 de janeiro de 1906 a 12 de fevereiro de 1907
CABRA          13 de fevereiro de 1907 a 01 de fevereiro de 1908
MACACO            02 de fevereiro de 1908 a 21 de janeiro de 1909
GALO             22 de janeiro de 1909 a 09 de fevereiro de 1910
CÃO             10 de fevereiro de 1910 a 29 de janeiro de 1911
PORCO             30 de janeiro de 1911 a 17 de fevereiro de 1912
RATO          18 de fevereiro de 1912 a 05 de fevereiro de 1913
BÚFALO            06 de fevereiro de 1913 a 25 de janeiro de 1914
TIGRE             26 de janeiro de 1914 a 13 de fevereiro de 1915
GATO          14 de fevereiro de 1915 a 02 de fevereiro de 1916
DRAGÃO            03 de fevereiro de 1916 a 22 de janeiro de 1917
SERPENTE            23 de janeiro de 1917 a 10 de fevereiro de 1918
CAVALO            11 de fevereiro de 1918 a 31 de janeiro de 1919
CABRA          01 de fevereiro de 1919 a 19 de fevereiro de 1920
MACACO         20 de fevereiro de 1920 a 07 de fevereiro de 1921
GALO             08 de fevereiro de 1921 a 27 de janeiro de 1922
CÃO             28 de janeiro de 1922 a 15 de fevereiro de 1923
PORCO          16 de fevereiro de 1923 a 04 de fevereiro de 1924
RATO             05 de fevereiro de 1924 a 24 de janeiro de 1925
BÚFALO            25 de janeiro de 1925 a 12 de fevereiro de 1926
TIGRE          13 de fevereiro de 1926 a 01 de fevereiro de 1927
GATO             02 de fevereiro de 1927 a 22 de janeiro de 1928
DRAGÃO            23 de janeiro de 1928 a 09 de fevereiro de 1929
SERPENTE            10 de fevereiro de 1929 a 29 de janeiro de 1930
CAVALO            30 de janeiro de 1930 a 16 de fevereiro de 1931
CABRA          17 de fevereiro de 1931 a 05 de fevereiro de 1932
MACACO            06 de fevereiro de 1932 a 25 de janeiro de 1933
GALO             26 de janeiro de 1933 a 13 de fevereiro de 1934
CÃO          14 de fevereiro de 1934 a 15 de fevereiro de 1935
PORCO             16 de fevereiro de 1935 a 23 de janeiro de 1936
RATO             24 de janeiro de 1936 a 10 de fevereiro de 1937
BÚFALO            11 de fevereiro de 1937 a 30 de janeiro de 1938
TIGRE              31 de janeiro de 1938 a 18 de fevereiro de 1939
GATO           19 de fevereiro de 1939 a 07 de fevereiro de 1940
DRAGÃO             08 de fevereiro de 1940 a 26 de janeiro de 1941
SERPENTE             27 de janeiro de 1941 a 14 de fevereiro de 1942
CAVALO          15 de fevereiro de 1942 a 04 de fevereiro de 1943
CABRA              05 de fevereiro de 1943 a 24 de janeiro de 1944
MACACO             25 de janeiro de 1944 a 1946
GALO           13 de fevereiro de 1945 a 01 de fevereiro de 1946
CÃO              02 de fevereiro de 1946 a 21 de janeiro de 1947
PORCO              22 de janeiro de 1947 a 09 de fevereiro de 1948
RATO              10 de fevereiro de 1948 a 28 de janeiro de 1949
BÚFALO             29 de janeiro de 1949 a 16 de fevereiro de 1950
TIGRE           17 de fevereiro de 1950 a 05 de fevereiro de 1951
GATO              06 de fevereiro de 1951 a 26 de janeiro de 1952
DRAGÃO             27 de janeiro de 1952 a 13 de fevereiro de 1953
SERPENTE                  14 de fevereiro de 1953 a 02 de fevereiro de 1954
CAVALO             03 de fevereiro de 1954 a 23 de janeiro de 1955
CABRA              24 de janeiro de 1955 a 11 de fevereiro de 1956
MACACO             12 de fevereiro de 1956 a 30 de janeiro de 1957
GALO              31 de janeiro de 1957 a 17 de fevereiro de 1958
CÃO           18 de fevereiro de 1958 a 07 de fevereiro de 1959
PORCO              08 de fevereiro de 1959 a 27 de janeiro de 1960
RATO              28 de janeiro de 1960 a 14 de fevereiro de 1961
BÚFALO          15 de fevereiro de 1961 a 04 de fevereiro de 1962
TIGRE              05 de fevereiro de 1962 a 24 de janeiro de 1963
GATO              25 de janeiro de 1963 a 12 de fevereiro de 1964
DRAGÃO               13 de fevereiro de 1964 a 01 de fevereiro de 1965
SERPENTE             02 de fevereiro de 1965 a 20 de janeiro de 1966
CAVALO             21 de janeiro de 1966 a 08 de fevereiro de 1967
CABRA              09 de fevereiro de 1967 a 29 de janeiro de 1968
MACACO             30 de janeiro de 1968 a 16 de fevereiro de 1969
GALO            17 de fevereiro de 1969 a 05 de fevereiro de 1970
CÃO               06 de fevereiro de 1970 a 26 de janeiro de 1971
PORCO               27 de janeiro de 1971 a 15 de fevereiro de 1972
RATO           16 de fevereiro de 1972 a 02 de fevereiro de 1973
BÚFALO             03 de fevereiro de 1973 a 22 de janeiro de 1974
TIGRE               23 de janeiro de 1974 a 10 de fevereiro de 1975
GATO              11 de fevereiro de 1975 a 30 de janeiro de 1976
DRAGÃO             31 de janeiro de 1976 a 17 de fevereiro de 1977
SERPENTE          18 de fevereiro de 1977 a 06 de fevereiro de 1978
CAVALO             07 de fevereiro de 1978 a 27 de janeiro de 1979
CABRA              28 de janeiro de 1979 a 15 de fevereiro de 1980
MACACO          16 de fevereiro de 1980 a 04 de fevereiro de 1981
GALO              05 de fevereiro de 1981 a 24 de janeiro de 1982
CÃO              25 de janeiro de 1982 a 12 de fevereiro de 1983
PORCO           13 de fevereiro de 1983 a 01 de fevereiro de 1984
RATO           02 de fevereiro de 1984 a 19 de fevereiro de 1985
BÚFALO          20 de fevereiro de 1985 a 08 de fevereiro de 1986
TIGRE              09 de fevereiro de 1986 a 28 de janeiro de 1987
GATO              29 de janeiro de 1987 a 16 de fevereiro de 1988
DRAGÃO           17 de fevereiro de 1988 a 05 de fevereiro de 1989
SERPENTE             06 de fevereiro de 1989 a 26 de janeiro de 1990
CAVALO             27 de janeiro de 1990 a 14 de fevereiro de 1991
CABRA              15 de fevereiro de 1991 a 03 de janeiro de 1992
MACACO                04 de janeiro de 1992 a 22 de janeiro de 1993
GALO              23 de janeiro de 1993 a 09 de fevereiro de 1994
CÃO              10 de fevereiro de 1994 a 30 de janeiro de 1995
PORCO              31 de janeiro de 1995 a 18 de fevereiro de 1996
RATO           02 de fevereiro de 1996 a 19 de fevereiro de 1997
BÚFALO          20 de fevereiro de 1997 a 08 de fevereiro de 1998
TIGRE              09 de fevereiro de 1998 a 28 de janeiro de 1999
GATO              29 de janeiro de 1999 a 16 de fevereiro de 2000
DRAGÃO           17 de fevereiro de 2000 a 05 de fevereiro de 2001
SERPENTE          06 de fevereiro de 2001 a 10 de fevereiro de 2002
CAVALO              11 de fevereiro de 2002 a 31 de janeiro de 2003
CABRA              01 de fevereiro de 2003 a 21 de janeiro de 2004
MACACO             22 de janeiro de 2004 a 08 de fevereiro de 2005
GALO              09 de fevereiro de 2005 a 28 de janeiro de 2006
CÃO              29 de janeiro de 2006 a 17 de fevereiro de 2007
PORCO           18 de fevereiro de 2007 a 06 de fevereiro de 2008
RATO              07 de fevereiro de 2008 a 25 de janeiro de 2009
BUFALO             26 de janeiro de 2009 a 23 de fevereiro de 2010
TIGRE           24 de fevereiro de 2010 a 02 de fevereiro de 2011
GATO              03 de fevereiro de 2011 a 22 de janeiro de 2012
DRAGÃO             23 de janeiro de 2012 a 09 de fevereiro de 2013
SERPENTE             10 de fevereiro de 2013 a 30 de janeiro de 2014
CAVALO             31 de janeiro de 2014 a 18 de fevereiro de 2015
CABRA           19 de fevereiro de 2015 a 07 de fevereiro de 2016
MACACO             08 de fevereiro de 2016 a 27 de janeiro de 2017
GALO              28 de janeiro de 2017 a 15 de fevereiro de 2018
CÃO            16 de fevereiro de 2018 a 04 de fevereiro de 2019
PORCO              05 de fevereiro de 2019 a 24 de janeiro de 2020 

RATO -Segundo o horóscopo chinês, quem nasceu sob o signo do Rato, demonstra à primeira vista, ser tranquilo, equilibrado e alegre, porém, só nas aparências, pois este nativo se esconde numa agitação constante e ele é de uma agressividade sistemática. Gosta de participar de reuniões festivas e de rodas de jogos e apostas.  Não dispensa uma boa conversa, e por isso se torna popular, cheio de conhecidos, porém de poucos amigos verdadeiros. Sabe aproveitar muito bem as oportunidades surgidas no decorrer de sua vivência, sabendo utilizar-se dos seus contatos com pessoas influentes para o seu progresso profissional, financeiro e social. Facilmente domina o ambiente com seu temível encanto, o que provoca fortes paixões de terceiros. Vive intensamente o presente. De muita imaginação, tem capacidade de criação artística e inclinação para a pintura. É um crítico e, em certo ponto, temido pelos demais, devido às suas transformações repentinas nos atos e palavras. Tem a virtude de levar a um bom termo tudo que inicia ou empreende, apesar de estar facilmente condenado ao fracasso.  Triunfará na vida se dominar sua inconformidade para com os acontecimentos.  Para vencer um obstáculo, recorre à astúcia antes da atividade e obtém maior proveito do trabalho de terceiros. No entanto, o regido pelo signo do rato não se priva das boas coisas da vida, sendo este o motivo de gastar absurdamente tudo o que ganha, acarretando problemas para a velhice. O regido pelo signo do rato adora as liquidações, comprando todas as promoções, mesmo sem precisar daquilo que compra. 

BÚFALO - Aquele que nasceu no período que corresponde ao Búfalo é paciente e silencioso, lento e descontraído, equilibrado e metódico e esconde um espírito original e inteligente debaixo de uma aparência um pouco rústica. Tem a virtude de induzir os demais a fazerem confidências, sendo este um dos principais motivos de êxito. É contemplativo e pode se tornar por isso um grande cientista. Suas iras são momentâneas e não contínuas, no entanto é preferível não enfrentar o nativo correspondente ao Búfalo, pode ser perigoso. Detesta fracassar nos projetos e por isso mesmo não aceita opositores. Não é piedoso para aqueles que tentam prejudicá-lo ou mesmo com pessoas destruidoras. Aborrece-se facilmente com as novidades que perturbam a sua tranquilidade de espírito. Preocupa-se com a nova geração. É trabalhador e traz a prosperidade para todos os que o rodeiam. Em uma casa, a sua presença é benéfica, e sempre trabalha para si, mas pensando nos demais. Não convêm viajar muito, pois corre o risco de perder o equilíbrio da saúde. Poucas são às vezes em que o Búfalo é compreendido por aqueles que o rodeiam, o que é lamentável. Ama a família e é orgulhoso dos seus filhos, porém deles exige uma obediência cega e os educa de maneira rude, exercendo a autoridade sem delicadezas, guiando-se apenas pelo senso de que é o pai ou a mãe. Mas é capaz de qualquer sacrifício por eles. Despreza as atitudes apaixonadas no amor. Tem muita instabilidade sentimental e enfrenta várias dificuldades no casamento, na maioria das vezes pela indiferença com que trata seu cônjuge. Sua velhice será tranquila 

TIGRE - Os nascidos no período regido pelo Tigre possuem revolta íntima, caráter irritável e sempre estão descontentes no trabalho e com seus superiores. Sua vontade é liderar e, quando conseguem comandar, pode-se depositar neles confiança total.  Gostam de impor suas vontades e agem de modo a que todos façam somente aquilo que eles desejam no momento.
Esta inclinação muitas vezes não é controlada pelo Tigre, que leva consigo as demais pessoas, muitas vezes, a um caminho espinhoso e de abismos. O Tigre aprecia correr risco, tanto nos negócios como na vida profissional e especialmente sentimental, sendo este ato até certo ponto inconsciente. É difícil resistir ao magnetismo do Tigre.  Possui autoridade natural e que lhe confere certo prestígio, porém ele não gosta de obedecer e auxilia quando é solicitado, mas não quando é mandado. É colérico, batalhador e capaz de consagrar-se a uma causa, mesmo que para isto tenha que dar a sua vida. Egoísta e interessado por pequenas coisas e desinteressado pelas coisas e atos importantes, o seu critério não permite confiar em nada e sempre está alerta. Não aprecia luxo e a burguesia. Fatalmente pode retroceder diante de uma decisão, se não tomada rapidamente. O Tigre quer estar em constante aventura. Não lhe interessa propriamente o dinheiro, mas sim abraçar uma boa fortuna acumulada por bens imóveis. Este guerreiro também é sensível, emotivo e inclinado à meditação profunda. Tem uma grande capacidade para amar, pois é excessivamente apaixonado, por isso é raro um Tigre conhecer a felicidade no casamento ou no plano sentimental. Ele corre o risco de passar por várias aventuras e decepções ao mesmo tempo, vivendo em constante instabilidade amorosa.

GATO - Quem nasceu no período correspondente ao Gato geralmente é feliz. Tem muitas qualidades, é ambicioso sem excesso, discreto, reservado, refinado e sua companhia é agradável. Ninguém pode ignorá- lo, pois fala bem e sabe valorizar-se. Porém este dilúvio de virtudes vem acompanhado de um defeito: é superficial nos seus afetos. É ativo na sociedade e admirado por pessoas influentes, pela sua sutileza e prudência e, por isso, quando tem algo desagradável a dizer a alguém, isto lhe custa muito, lhe é quase impossível. Aprecia ser visitado e recebe a todos em sua casa com simpatia e generosidade. Sua casa sempre é bem decorada, pois seu gosto é refinado. Para muitos, ele representa ser um esnobe e até pedante. Não fica nervoso com facilidade. É calmo, pacífico e conserva a harmonia consigo mesmo. Os grandes males que afligem a humanidade o incomodam mais do que seu próprio sofrimento. O Gato tem uma necessidade imperiosa de conforto e segurança. Como é precavido, nada empreende sem antes refletir e averiguar os possíveis acontecimentos e segue apenas a sua intuição. Com esta prudência no agir é que consegue a admiração e a confiança dos demais. No plano econômico não tem com o que se preocupar. É hábil nos negócios e aquele que firmar um contrato ou compromisso com o Gato não terá prejuízos. Bom investigador, tem o dom de buscar e ver apenas as boas oportunidades da vida. Enfim, o Gato é um tranquilo e temível homem ou mulher de negócios. Pode lucrar rapidamente com comércio. O Gato é afetuoso e serviçal para com aqueles que o apreciam; é capaz de amar, porém abandona facilmente a pessoa amada para dedicar-se aos amigos. Não tem espírito de família e, na maioria, considera os pais, irmãos e filhos como estranhos. A mulher deste signo é mais controlada e sempre cumpre o seu dever de esposa, mãe ou filha. 

DRAGÃO - Quem nasceu no período correspondente ao Dragão é de grande vitalidade, boa saúde e vida longa. Puro como o ouro e incapaz de mesquinhez e hipocrisias. O ponto marcante é a sua diplomacia, porém não é o ingênuo que muitos pensam e nem um bonachão a ponto de tomar um gato por lebre. Atormenta-se a si mesmo e sem razão, apenas pelo senso de perfeição, tornando-se exigente para si próprio e para com os demais. Fala muito e em geral as palavras superam os pensamentos. Impetuoso, entusiasta e um tanto orgulhoso, porém não é para menos, pois possui talento para tudo, é inteligente, tenaz, voluntarioso e generoso. Destaca-se em defesa de uma grande causa ou de uma grande obra. É um vencedor. Sabe ganhar o amor e a simpatia de muitos, porém é raro corresponder. Nunca sofre decepções e perdas no amor. Casa-se tardiamente e encontram-se muitos solteiros neste signo do Dragão. Para eles bastam as aventuras; para viver prefere ficar só, contudo tem sorte e poder mental e espiritual. O Dragão traz consigo as quatro grandes bênçãos: riqueza, virtude, harmonia e longevidade. Conta com mais oportunidades do que os outros, porém, por julgar seus pais com severidade, sofre algumas dificuldades na primeira fase da vida. Gosta de ser admirado e de ouvir seguidamente elogios sobre sua personalidade e sobre o que executa diariamente.

SERPENTE - O nascido no período regido pela Serpente, sem dúvida é de um grande poder de magnetismo e influencia facilmente os demais; no entanto, existem com a Serpente muitos contrastes, ela é adorada e odiada ao mesmo tempo. O regido pela Serpente é agradável, de beleza rara e personalidade marcante. Tem senso de humor, o que o leva a contornar qualquer situação. A Serpente aprecia as joias e os acessórios refinados. Não veste qualquer roupa, pois quer sempre estar muito bem arrumada, o que faz parte do seu sucesso, a aparência. As pessoas regidas pela Serpente são de poucas palavras e de muita reflexão: intelectuais, filósofos e donos de uma grande sabedoria e intuição que, se forem cultivadas, podem torná-los clarividentes. A Serpente confia mais nas suas aparências. Este nativo parece ter um sexto sentido. Tem firme decisão e leva a bom termo tudo o que inicia, pois detesta falhar, porém, toma suas decisões com muita rapidez, embora seja calmo. Remove os céus e terras para conseguir o que pretende e não suporta nem aceita o fracasso. Retribui os favores e sentimentos, oferecendo sua amizade. Ao prestar uma ajuda, se mostra possessiva, mais aborrece do que auxilia, pois sua tendência é exagerar, especialmente nos afetos. Guarda suas culpas para si mesma e sufoca seus sentimentos. Quanto ao dinheiro, é de sorte e sempre o encontra na hora em que mais necessitar. Acumula fortuna, porém não empresta dinheiro a ninguém, pois o que é seu é seu. Gosta de exclusividade e é zelosa para com o que tem. O regido pela Serpente, tanto o homem quanto mulher, sempre é muito cortejado, o que induz a ligações amorosas pouco favoráveis. 

CAVALO -  Os nascidos no período correspondente ao Cavalo, tem boa presença, porte natural e sabem vestir-se com bom gosto. Gostam de espetáculos, do teatro, dos concertos, das reuniões festivas, enfim, de tudo o que vem atrair público. O nativo do signo do Cavalo é alegre, conversador, simpático e se torna popular. Pode alcançar êxito na política, na qual encontrará grandes realizações e satisfações, com a possibilidade de assumir elevados cargos públicos. Destaca-se na oratória e nos debates. Possui grande facilidade de manejar com as massas, isto é, com o povo. Tem agilidade mental e tato para captar os pensamentos dos demais, mesmo antes que sejam expressos. Isto auxilia para que seus argumentos sejam aprovados com rapidez. É maior a sua destreza do que sua inteligência, e o sabe com tanta certeza que, apesar de se sentir seguro, falta-lhe a confiança em si mesmo, e às vezes torna-se frágil. Impacienta-se com facilidade e, por isso, às vezes perde vantagens e um pouco da sua popularidade. Quem o torna irado uma vez jamais consegue reconquistá-lo, pois o Cavalo guarda dentro de si instintos infantis. É muito independente e ambicioso, o que não o leva a interessar-se pelos problemas alheios e sim por sua disposição a conseguir êxito na carreira e para isso faz tudo até vencer. Não gosta de ouvir conselhos. Sente-se valorizado pela família e, se tentar deixar o meio ambiente, sofrerá grandes depressões. O seu trabalho e luta para vencer tornam-se proveitosos para todos aqueles que o cercam. Sabe manejar com dinheiro e pode ser um bom negociante. Pode dedicar-se a qualquer atividade que não necessite muita análise e observação ou estudo num plano lento e conservador. O Cavalo é extrovertido e necessita rodear-se de pessoas, ser apoiado e adulado. Pode abandonar tudo depois de um amor fracassado, pois ele, enamorado, esquece tudo e se torna indiferente para os demais assuntos. Deve lutar para dominar esta debilidade, fazendo prevalecer a ambição sobre a paixão, pois assim triunfará e será mais feliz. 

CABRA - O nascido no período que corresponde à Cabra é um artista nato, elegante e um enamorado na natureza. Sob esta influência nascem as pessoas mais encantadoras, porém de muita inquietação. Jamais estão contentes com sua sorte, e sempre querem um pouco mais. Querem ser notadas no ambiente que frequentam e fazem com que todos satisfaçam seus caprichos. Não tem hora certa para nada e sua indisciplina as torna muitas vezes insuportáveis e as leva a ter perdas na profissão e nas finanças. Necessitam estes nativos de independência para viver e se adaptam facilmente a qualquer modo de vida, desde que se sintam protegidos e assegurados por familiares ou terceiros.
Querem que os seus lamentos e queixas sejam o alvo de atenção e de preocupação para aqueles que os rodeiam, sendo esta tendência mais acentuada de acordo com o grau de timidez no nativo de Cabra. Nunca sabem que caminho seguir e esperam uma palavra ou orientação de outros para que sua idéia clareie. São de um grande pessimismo, o que não os deixa reagir nos momentos críticos. Tem temperamento tranquilo, modo delicado e doce, porém de espírito caprichoso. Em geral se sentem atraídos pela religião, seja qual for a fé, apesar de não praticá-la, devido a progressivas mudanças de residência. Gostam do fantástico, do sobrenatural e das ciências herméticas. De toda maneira, o nativo regido pela Cabra é uma boa pessoa, capaz de atos caridosos e amáveis, dividindo o que tem com os mais necessitados. Nunca é seu o que lhe pertence, porém existe um detalhe muito importante: para que ele se sinta calmo e deixe extravasar suas virtudes, é necessário que se sinta livre para o que quiser. Pode fingir que dá ordens, porém é difícil de enganar, pois a Cabra nasceu para obedecer. Alcança pleno êxito na vida artística pelo seu bom gosto e talento, auxiliados por seu irresistível encanto e beleza. Ganha bom dinheiro com artesanato pela habilidade manual e técnica, aliadas à sua inteligência. É um fracasso como comerciante ou vendedor. Neste signo se encontram os grandes escritores. Sua linguagem é confusa, rápida e tem dificuldade de expressão, por isso deve evitar as atividades em que necessite falar muito. A vida sentimental é agitada, porém sempre realiza um bom casamento com pessoa afortunada. 

MACACO - O Macaco representa o signo mais antagônico e, o nascido neste signo é malicioso e em geral tem bom humor. É engenhoso e astuto, sociável e parece entender-se com todos os signos, porém este entendimento é mais uma tática hábil do que uma inclinação natural e verdadeira. É que ele se esforça para ser simpático e agradar a todos. Jovial, amável, serviçal, sabe dar pareceres na hora certa. Despreza o mau caráter e, em consequência disto, deixa transparecer superioridade. Torna-se um venenoso para com falsos e traidores. Não deixa de ser um grande intelectual. Tem grande necessidade de estudar e conhecer tudo, por isso é um curioso que aprecia abordar todos os temas e participar de debates. Se tiver a oportunidade de cultivar a cultura, sua memória é capaz de recordar os menores detalhes que leu, viu ou escutou, porém precisa controlar sua indisciplina nos estudos. Inventivo e original ao extremo, tem a virtude de resolver os problemas mais difíceis com assombrosa rapidez, porém se não pode iniciar logo um plano, desiste e abandona suas tarefas no mesmo instante. Muito diplomático, consegue sair das mais complicadas situações. Não se importa em mentir, se isto for necessário para salvar as aparências, o que deve evitar, é lógico, pois a mentira impulsiona a mais mentiras e traz a destruição. Ao nos defrontarmos com um nativo de Macaco, devemos tomar cuidado para não sermos levados a atuar em benefício dele, pois os seus encantos e boa conversa convencem facilmente. Com ele, devemos ser lentos nas decisões, assim descobriremos sua verdadeira intenção. Todavia, o Macaco sempre triunfa na vida pela sua inteligência, habilidade e rapidez de raciocínio. É astuto nas operações financeiras e progride em qualquer empresa que iniciar. Não deve trabalhar como empregado, ele sempre deve ser o chefe, pois apesar das negativas, leva todos ao progresso, especialmente os seus auxiliares e amigos. Em nativos regidos pelo Macaco, encontramos os grandes humoristas.  Normalmente são monógamos e na velhice preferem isolar-se para reflexão, costumando morrer só. 

GALO - O nativo do signo correspondente ao Galo, sem dúvida é um sonhador que leva muito a sério a si mesmo. É franco e muitas vezes se mostra agressivo para defender a verdade. Suas vítimas se sentem muito feridas se não atribuírem esta atitude à lealdade e sinceridade em defesa dos amigos. É espontâneo e sempre diz o que pensa, sem fazer rodeios. Encontra dificuldades para realizar-se no amor, pois não aceita a superioridade na vida a dois. Tudo tem que ser verdadeiro. Gosta de se fazer notar e por isso sempre anda bem vestido; é difícil encontrá-lo desarrumado. Conservador e tradicionalista. Sempre pensa que tem razão e que sabe realmente o que quer. Não deposita confiança em nada, a não ser em si mesmo. No ambiente é um distribuidor de conselhos.
Gosta de sonhar, meditar e imaginar que é um herói; isto não deixa dúvidas de que é um aventureiro que se contrai em si mesmo, pois não expande as suas vontades pelo fato de se preocupar com o que os demais possam pensar. Não se deixa levar, porém, pela improvisação, tudo tem que ser severamente planejado na sua vida diária, apesar de ele mesmo não apreciar esta séria disciplina, para ele imposta pela vida. É tímido, mas valente e corajoso, por isso pode ser um bom militar e chefe de seção de empresas. Mostra-se agradável no trato social e na intimidade. Trabalha intensamente e sempre quer fazer mais do que pode, empreendendo atividades superiores ao seu alcance; se não consegue levar tudo a bom termo, mesmo através do sacrifício, se decepciona e se torna melancólico. O nativo no período do Galo precisa estar sempre ativo, e a sua persistência para com tudo o leva aos mais altos cargos no trabalho e a ser possuidor de uma boa fortuna. No amor, tanto gosta de ganhar afeto como de conservá-lo e muitas vezes se decepciona pôr a realidade não estar à altura de seus sonhos. 

CÃO -  O nascido no período do Cão é inquieto e está sempre atento para defender os seus direitos, jamais descansa. É guardião e se mantêm em alerta constante. Pouco comunicativo, é raro quando expande seus sentimentos e ideias, não deixando transparecer as suas verdadeiras intenções, a não ser para aqueles a quem estima verdadeiramente. É teimoso ao extremo, mas sabe o que quer. Teme comentários e acha desagradáveis as conversas insinuantes. Muitas vezes se arrisca a criticar certos assuntos e atos, porém, antes disso, investiga e busca as falhas de maneira sistemática, pois o Cão gosta de ter certeza do que diz e faz. Não espera muito da vida, a não ser a boa saúde e a vida longa. Sempre reage diante da injustiça e faz frente aos seus adversários. As aglomerações de pessoas o aborrecem e gosta mais de residir e permanecer em locais silenciosos. Seus sentimentos parecem frios, no entanto é só na aparência, pois é afetuoso, apaixonado e romântico. É leal, fiel e sincero e possui profundo senso de dever. Jamais abandona um amigo na hora em que ele mais precisa, pois sempre se pode contar com ele. Sabe guardar segredo melhor do que ninguém, sua discrição é absoluta. Por outro lado, detesta fazer confidências, prefere sempre escutá-las. O nativo sob a regência do Cão inspira confiança e é justo para com todos. Faz tudo o que pode para ver seu semelhante feliz e em harmonia. Por isso, geralmente o Cão é muito estimado por todos os signos que são conscientes de sua lealdade. O nativo do Cão sofre com os desocupados, perturbadores, com as guerras e as catástrofes. Graças ao seu empenho pelo bem, consegue realizar boas obras para a comunidade e triunfa na sociedade. É filósofo, moralista e desligado do materialismo, não tem inclinação para o luxo. Nos sentimentos é lúcido e honesto, porém durante a sua vida sofre algumas decepções amorosas, pela provocação do parceiro. 

PORCO -  O nascido sob a regência do signo do Porco, é galante, serviçal e escrupuloso ao extremo. Nele podemos ter confiança, é sincero e não pretende enganar ninguém. Ingênuo e confiante, não tem defesas; em síntese, pode-se chamar o nativo de Porco de cândido ou casto, puro. Nos afetos, dificilmente se deixa enganar e aceita as suas derrotas com serenidade e tolerância. É um bom jogador, não tem espírito contemplativo. Quer sempre estar certo do que pode e deve fazer. Possui uma absoluta sinceridade que às vezes o faz prejudicar a si próprio. A má-fé dos seus adversários sempre o desarma completamente. Sente-se incapaz e impotente diante da hipocrisia e se confunde tratando de justificar-se. É muito rigoroso e raramente leva vantagem em questões financeiras, mas é agraciado por tanta boa sorte que a traição ou a perda não se aproximam do Porco. Acredita nos demais, porém nas suas próprias idéias e empreendimentos procura e necessita sempre de uma confirmação de terceiros. É uma companhia alegre e em certos momentos parece até um libertino, quando deixa extravasar todo o seu bom humor. Não é de falar muito, porém, desde o momento em que é provocado para um debate, ou mesmo um diálogo ou bate-papo, nada o detêm. Fala mais do que qualquer outro, até esgotado o assunto ou tema abordado. Neste ponto é muito parecido com o Macaco, um intelectual com sede de conhecimento. Lê muito e sempre quer estar atualizado com os acontecimentos do dia. É bastante materialista e debaixo do seu ar de candura e doçura se esconde muita força de vontade para exercer autoridade sobre os demais. A força interior no nativo de Porco é que o torna triunfante e nada se opõe a suas vontades. Quando toma uma decisão, nada o faz voltar atrás; é, sem dúvida, de muita firmeza em seus propósitos. Tem poucos amigos, porém os conserva para toda a vida. É muito atencioso para quem lhe dá afeto. Detesta discutir e fazer imposições, pois prefere ceder ou aparentar que mudou de opinião. O Porco não nasceu para disputas. Por sua sensibilidade, pode adquirir fama. Consegue trabalho e dinheiro sem necessidade de tantos esforços.  

Enfim, se considerarmos que estes agrupamentos, segundo as características marcantes de cada animal relacionado, têm alguma razão de ser, já estaremos aceitando, embora parcialmente, a possibilidade da influência da energia do astro Lua no desenvolvimento das nossas personalidades. Contudo, não devemos nos esquecer que estas personalidades também são fruto do meio onde vivemos, pois, da mesma maneira que um animal pode alterar seu comportamento, nós também podemos ser influenciados pela sociedade onde vivemos. Assim, da mesma forma que um leão bem cuidado desde pequeno pode até se tornar um bichinho de estimação, um porco confinado e mal alimentado, à noite pode morder a mão do dono que dorme. Estas alterações de comportamento, embora não naturais, podem ser explicadas pelas imposições que o dia a dia nos impõe. Se aliarmos à ideia de que a "energia cósmica", que ajuda a moldar aquilo que somos à ideia de que esta mesma energia pode influir naquilo que somos, da mesma forma que a luz do sol provoca a fotossíntese das plantas, estaremos aceitando o fato de que nosso organismo nada mais é que um agrupamento de órgãos desempenhando funções bioquímicas. Assim, somos a resultante da somatória de forças que nos acompanha desde o momento da fecundação por nossos pais até o último dia de nossas vidas. Nosso organismo, como uma bateria, é carregado diariamente pelas várias energias com que temos contato, tais como o calor do sol, o magnetismo da terra, a poluição do ar, ou até mesmo a simples passagem de um meteoro próximo à atmosfera da Terra, além é claro do tipo de alimento que ingerimos, da região onde nascemos, etc. Segundo a teoria da evolução, somos descendentes diretos do Macaco, o que implicaria necessariamente que deveríamos carregar também as influencias genéticas destes nossos ancestrais. Carl Marx escreveu sobre o papel do trabalho na transformação do macaco no homem, salientando a importância da mão humana como fonte do nosso desenvolvimento. Realmente, ao que saiba, somente o homem e o macaco são capazes de pegar um alimento com as mãos e levá-lo à boca, quando o resto dos animais leva a boca até os alimentos. O formato de nossas mãos, com dedos ao invés de garras, demonstra que evoluíram para o ato de "pegar". Nossa dentição, da forma como está normalmente estruturada, indica que deveríamos ser essencialmente frutívoros, afirmação esta que é reforçada pelo nosso aparelho digestivo, completando a ideia de pegar o alimento com as mãos e levá-lo à boca. O leitor poderá não entender o porquê de tantos rodeios, mas é importante o conhecimento do que somos e de como nos inserimos neste nosso planeta, para podermos entender as possíveis causas dos distúrbios que sofremos em nosso dia a dia, quando este equilíbrio é de alguma forma afetado. Assim, nosso corpo, bombardeado constantemente por forças eletromagnéticas, cresce se desenvolve e evolui, segundo a exposição a estas forças. A principal delas, expressa sob a forma de luz é o tema central desta obra, onde procuramos demonstrar sua influência no nosso desenvolvimento e sua importância para o equilíbrio de nossa vida.    

Professor Orosco 
Postar um comentário