terça-feira, 9 de maio de 2017

CHEGOU O GRANDE DIA


Neste dez de maio, quando os olhos do Brasil se voltam para a pequena Curitiba, esperando ver renascer ali a esperança por dias melhores, lembro-me de um pequeno e seleto grupo de homens que lutam diariamente para combater, além das próprias paixões, os inimigos da humanidade, como sejam: os hipócritas, que a enganam; os pérfidos, que a defraudam; os fanáticos, que a oprimem; os ambiciosos, que a usurpam e os corruptos e sem princípios, que abusam da confiança do povo.
Homens para os quais a probidade não é apenas uma disposição da alma que nos induz a praticar o bem, mas uma virtude que combate o vício, como o hábito desgraçado que nos arrasta para o mal.
Homens que condenam a exploração do homem, os privilégios e as regalias e que enaltecem o mérito da inteligência e o valor dos serviços demonstrados à Pátria.
Homens para quem o sectarismo político, a ignorância, a superstição e a tirania se mostram incompatíveis com a universalidade do espírito humano.
Homens prontos para sacrificarem-se, como a Pátria sacrifica seus próprios filhos, quando o bem das gerações vindouras assim o exigir.
Homens para os quais a Luz foi dada e para quem estaremos sempre em Pé e a Ordem.

Professor Orosco
Postar um comentário