segunda-feira, 4 de março de 2013

A EDUCAÇÃO E O FUTURO DA NAÇÃO


Nos últimos 40 anos, após a reforma do ensino promovida no início dos anos 70, a educação no Brasil, de forma geral, experimentou um significativo ganho, em termos de quantidade.
O acesso à educação formal, principalmente para a parcela menos favorecida, economicamente, da população, propiciou um crescimento muito significativo no número de microempreendedores que alcançam o sucesso em seus negócios.
Paradoxalmente, este livre acesso à informação, que acabou se generalizando, dada a enorme quantidade de temas que foram trazidos à luz do dia, acabou por provocar uma certa alienação e distanciamento dos valores formais que compunham nossa sociedade.
Acabamos por produzir belos pomares, com árvores formosas, cujas raízes se mostram frágeis e pouco resistentes às intempéries.
Para assegurar a mantença das conquistas alcançadas, torna-se premente uma correção de rumos, recuperando os valores esquecidos, alicerçando o edifício nacional para os desafios do século que desponta.

Professor Orosco
Postar um comentário