sábado, 20 de dezembro de 2014

SOU OU NÃO SOU


Eu não sou o que vês
Tampouco sou aquilo que vejo
Sou aquilo que fui
Assim como
Sou aquilo que serei

Perdido entre o passado e o futuro
Reduzido a um breve momento
Infinitamente pequeno no tempo
Suficientemente grande para me definir

Carregando lembranças do passado
Projetando a esperança no futuro
Sou aquilo que fui
Assim como
Sou aquilo que serei

Professor Orosco.


Postar um comentário